Azeite de Oliva Espanhol Azeite de oliva espanhol

Azeite sua vida!

Voltar para a home

Hojiblanca: a terceira variedade mais importante da Espanha

O nome dessa variedade vem da cor de sua folha que confere uma claridade a planta, um aspecto prateado a distância, principalmente ao raios da manhã, por isso mesmo ela é conhecida na Andaluzia como azeitona lucentina.

Sua área de influência se entende pela Andaluzia, mais especificamente na região de Sevilha, ao sul de Córdoba e todo o norte de Málaga. Cerca de 16% das oliveiras da Andaluzia são Hojiblanca. É usada tanto para azeitona de mesa (por sua polpa de firme textura), como também para a produção de azeite.

A oliveira

De vigor médio a bom, com ramos largos e frutíferos, algo pendentes. As copas mantêm uma densidade média e uma superfície regular e se caracterizam com a cor cinza verde claro. Suporta bem o frio e se adapta perfeitamente a terrenos calcários. A hojiblanca é a terceira variedade mais comum na Espanha, depois das variedades picual e cornicabra. A superfície de cultivo alcança 220.000 ha.

A azeitona

Ainda que com muitas variações, é comum ser de tamanho grande alcançando em média 4,8 gramas. Sua forma é a de uma esfera quase perfeita com a relação polpa/caroço em torno de 8. A azeitona da variedade Hojiblanca produz um baixo rendimento graxo (17%), contudo o seu azeite é excelente e a fruta negra é muito aprecida pelo seu grande tamanho e pelo sabor bem agradável e a polpa de textuta firme.

É uma das variedades que madurecem mais rápido: 28 dias. Trata-se de uma fruta que suporta bem o frio. Sua floração dura as duas primeiras semanas de maio tendo sua plenitude ao início da segunda semana. A maturação é algo tardia e vai desde final de novembro até final de dezembro. E mais: é uma das variedades que mais cresce na Espanha. A maturação do fruto é precoce e apresenta resistência ao desprendimento, mesmo madura, o que torna a colheita mais difícil.

Característica da azeitona Hojiblanca

  • Peso da fruta: 4,8 g
  • Relação polpa/caroço:  7,9
  • Rendimento de gordura (%):  17,1
  • Ácido oléico (%):  76,1
  • Estabilidade do azeite (horas a 98,8 ºC): 53,2
     

O azeite da Azeitona Hojiblanca

Do ponto de vista físico-químico, apresenta uma composição de ácidos graxos muito equilibrada com ácidos saturados relativamente baixos que os demais azeites de outras variedades. Sua composição é ideal do ponto de vista alimentar.

A estabilidade diante a oxidação não é muito elevada e recomenda-se, em particular, manter esses azeites longe da luz e da excessiva oxigenação durante o armazenamento.

Do ponto de vista organoléptico, apresenta uma imensa gama de sabores, mas se pode destacar como valor médio os atributos de doçura ao início da classificação, um aroma de erva fresca e levemente picante na garganta e uma sensação final amendoada.

Os azeites extravirgem da variedade hojiblanca oriunda de Antequera, em Málaga, se caracteriza por sua cor amarelo dourado, seu odor frutado fresco, que lembra erva fresca recém-cortada, de aroma limpo, perfumado e de sabor suave. Apresenta um ligeiro ponto amargo e picante e o regosto (gosto no final da degustação) é de amêndoa.

Já os azeites extravirgem da variedade Hojiblanca procedente do município granadino de Montefrío tem uma cor amarelo-esverdeado, odor afrutado, fresco e aromático. O sabor é de fruta fresca, ligeiramente amargo e picante.

O azeite Hojiblanca participa das Denominações de origem Baena e Priego de Cordoba, ambas da Andaluzia.
 

 

Azeite de Oliva Espanhol

Unión Europea - Fondo Europeo de Desarrollo Regional - Una Manera de Hacer Europa

ICEX

Space Produções